Deixe um comentário

Dia do Mar: significado do feriado para o Japão

Há um movimento para voltar a fixá-lo em 20 de julhoumi no hi

O feriado Dia do Mar não é uma data só para comemorar a abertura da temporada de praias. Foi estabelecido em 20 de julho pela Lei de Feriados do Japão. No entanto, desde 2015 foi movido para a 3.ª segunda-feira do mês, por causa do sistema Happy Monday. Na tradução ao pé da letra, algo como segunda-feira feliz.

Em 2020, ele será comemorado em data transferida para 23 de julho por causa das Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio.

Apesar do fato de ser um projeto nacional, mudar a data em circunstâncias ocasionais pode não prejudicar o propósito original dos feriados.

A indústria do turismo é que se preocupa com a fixação dos feriados, pois se houver redução dos feriadões, há um impacto no segmento.

Por que Dia do Mar em 20 de julho
Para o Japão, país formado por um grande arquipélago, o mar tem um significado especial.

Há um movimento para que esses feriados relacionados à natureza sejam preservados. Os motivos são para refletir sobre os benefícios do mar e agradecer por tudo que ele proporciona.

A data foi instituída para lembrar um fato histórico. Em 1876, o Imperador da Era Meiji regressou ao Porto de Yokohama, depois das visitas à região Tohoku.

Em 1875 a questão das Ilhas Ogasawara foi resolvida entre Japão e Reino Unido. Como o navio japonês chegou primeiro do que o inglês, as ilhas passaram a pertencer ao Japão. A área de Ogasawara é responsável por cerca de 30% da zona econômica exclusiva do Japão-ZEE.

Por essas e outras razões o Dia do Mar é uma data importante para fazer associação com a história.

Países que têm um dia do mar e feriados como o Japão são raros. No entanto, o Japão é uma nação marítima. Os oceanos têm um significado profundo para o país.
Fonte: Portal Mie com Sankei

Anúncios
Deixe um comentário

Um dos maiores hospitais flutuantes do mundo fez parada no Japão

O navio Mercy veio ao arquipélago a convite do governo japonês. Participou de exercício militar com a Força Marítima de Autodefesa

Naval Hospital Ship Mercy

Um petroleiro convertido, que agora é classificado como um dos maiores hospitais flutuantes do mundo, fez sua primeira parada em Tóquio no dia 15 de junho.

O Naval Hospital Ship Mercy dos EUA, que atracou no Oi Marine Products Wharf no distrito de Ota (Tóquio), é equipado com cerca de mil leitos, 12 salas de operações, uma unidade de cuidados intensivos e equipamento de tomografia computadorizada.

Sua principal missão é fornecer cuidados médicos para tropas de combate feridas em ação. Ele foi enviado ao Golfo Pérsico em 1990 antes do início do combate militar no Iraque.

O navio pode transportar um máximo de 1.300 pessoas, incluindo equipe médica.

O governo japonês convidou o Mercy ao país a fim de ter uma melhor compreensão de maneiras para fornecer cuidados médicos de emergência durante desastres naturais.

O Mercy mede 272 metros da popa à proa e tem um deslocamento de 69.360 toneladas quando está com carga completa.

Remodelado a partir de um petroleiro e entregue à Marinha dos EUA como um navio-hospital em 1986, ele participou de um exercício militar conjunto com a Força Marítima de Autodefesa do Japão em 14 de junho na Base Naval de Yokosuka, na província de Kanagawa.

O exercício foi realizado para simular um grande número de acidentes no navio, a fim de vivenciar tratamento médico de emergência após um desastre natural.

Residentes locais escolhidos por sorteio puderam ter uma visão rara do navio em 16 de junho.
Fonte: Portal Mie com Asahi

Deixe um comentário

Governo japonês quer incentivar a ida de jovens para regiões longe dos grandes centros

ida de trabalhadores para o interior

Preocupado com a diminuição da população em cidades no interior do país, o governo japonês estuda medidas para incentivar a economia e o fluxo de pessoas para as regiões fora dos grandes centros.

Uma reunião foi realizada no dia 6 de junho para discutir novas propostas. Membros importantes do governo japonês, incluindo o primeiro-ministro Shinzo Abe participaram das discussões. A meta estabelecida pelo governo é o de assegurar 300 mil trabalhadores em regiões fora dos grandes centros nos próximos 6 anos.

Entre as propostas está a criação de um site oficial do governo com informações de emprego nas cidades longe dos grandes centros, que atualmente é muito pouco divulgada em decorrência da dispersão entre as diversas regiões do país. Para incentivar a ida de trabalhadores para o interior, o governo também estuda oferecer apoio financeiro com ajuda de custo para mudança e instalação.

Outras medidas incluem o pagamento de um bônus para as empresas que contratarem trabalhadores vindos dos grandes centros. O governo também tem em seus planos a criação de novos tipos de vistos de permanência para os estrangeiros, em especial em áreas turísticas, onde há a necessidade de guias turísticos, intérpretes e funcionários de hotel.

O primeiro-ministro Shinzo Abe mostrou pleno apoio a possível nova política de incentivo, dizendo que “há muitas chances de sucesso nas regiões longe dos grandes centros. Precisamos dar apoio aos jovens que querem seguir para essas regiões e incentivar a criação de estratégias de marketing”.

O governo japonês espera chegar a um acordo sobre o assunto até a metade de junho.
Fonte: IPC Digital com NHK Web News

Deixe um comentário

Dois milhões de consultas na polícia em 2017

As delegacias de todo o Japão receberam mais de 2 milhões de consultas sobre diversos problemas. Saiba quais são e o número de telefone específico

kobanA Agência Nacional de Polícia informou que as delegacias e postos policiais de todo o arquipélago receberam mais de 2 milhões de consultas, não relacionadas com as chamadas de emergência feitas pelo 110.

O relatório foi divulgado nesta segunda-feira (28), apresentando os tipos dos 2.082.239 de casos consultados em 2017. As consultas foram efetuadas por fax, pessoalmente na delegacia ou koban e também pelo telefone especial para isso, o #9110.

Em maior número foram 261.196 casos de suspeita de fraude. Com 12,6% do total, a polícia informou que houve aumento. E na mesma proporção, foram casos relacionados com telefonemas indesejados ou atos de perseguição, os quais podem causar danos e provocar vítimas.

Em terceiro lugar ficaram as queixas e como se proceder quando o vizinho do andar superior ou do lado é barulhento. Foram 245.956, ocupando a fatia de 11% do total.

Em menor número, mas ascendente, quase o dobro em relação ao ano anterior foram 128.258 consultas sobre atos indevidos, como pichação, por exemplo.

Consultas relacionadas à internet, como crimes cibernéticos e e-mails indesejados, subiram para 129.993.

Número de telefone para consulta é diferente do 110
Aparentemente em menor número, mas preocupante, pois subiu 2,8 vezes em relação a 2016, foram as consultas sobre violência doméstica. Totalizaram 17.579.

Por outro lado, houve queda pela metade em relação às ações comerciais fraudulentas ou maliciosas, com 73.710 casos. Acredita-se que os consumidores estão menos propensos a sofrer danos devido às atividades de conscientização.

Mas também foram registrados 76.692 casos de conteúdo incompreensível ou sem significado.

Fora essas consultas, o 110 recebeu mais de 9 milhões de telefonemas de emergência. Cerca de 20% desses telefonemas poderiam ser atendidos como consultas e não emergência. Portanto, a polícia reitera que nesses casos ligue para o #9110.
Fonte: Portal Mie com Chunichi e Nikkei

Deixe um comentário

Neve em Kanto: frio histórico em 10 anos

Pessoas de jaquetas quentes e cachecóis para se aquecerem do frio. Neve em vários locais pela manhã
neve em kantoNa manhã desta quarta-feira (9) foram registradas ocorrências de neve em vários locais da região Kanto. Os termômetros marcaram temperaturas baixas em Tochigi, Gunma e Tóquio.

A paisagem em Nikko, cidade turística de Tochigi, ficou branca. Com temperatura de 0,2ºC as pessoas tiveram que se agasalhar como se fosse manhã de inverno. Logo depois, várias localidades receberam chuva no lugar dos flocos brancos.

As temperaturas máximas do dia foram de 11ºC em Sendai (Miyagi), 11ºC em Fukushima (província homônima), 14ºC em Mito (Saitama) e 15ºC na capital japonesa. Fazia 10 anos que Tóquio não tinha essa temperatura, equivalente a de março, nesta época do ano.

Calor na semana que vem
Este frio sazonal tem os dias contados. A previsão é de que no fim de semana o tempo será quente, como o verão.

A partir de sexta-feira (11), os termômetros deverão mostrar temperaturas de meados de junho. Mas requer cuidado pois deverá ter uma diferença de 10ºC entre a máxima e a mínima.

Depois da chuva de domingo (13) a previsão é de quem muitos locais a máxima possa chegar a 30ºC na próxima semana.
Fonte: Portal Mie com Tenki e ANN

Deixe um comentário

Sanduíche com hambúrguer sem pão

No lugar do tradicional pão, tomate. Este é o lançamento da rede Mos Burger a partir de 11 de abril em todo o Japão, por tempo limitado

tomami burger
A novidade com quantidade restrita do Mos Burger é um sanduíche sem pão. Sim, no lugar da massa, um grande tomate.

Foi batizado de tomami burger (とま実バーガー) e apresentado em um programa de tevê da rede Fuji, na terça-feira (10).

Durante as gravações a equipe achou interessante e foi decidido apresentá-lo aos clientes.

O sanduíche é feito entre tomates. No recheio tem alface, molho, purê de batatas, 1 fatia de tomate, 1 fatia de queijo, hambúrguer e novamente alface.

O número desse sanduíche especial é limitado. Serão servidos apenas 40 por dia e cada cliente pode pedir no máximo 2.

O período da campanha também é limitado. Apenas de 11 a 17 de abril. Por isso, se quiser experimentar precisa ir logo.

Cada sanduíche tomami burger custa 750 ienes.
Fonte: Portal Mie

Deixe um comentário

Cidade ecologicamente correta é inaugurada no Japão

A cidade inteligente foi inaugurada pela Panasonic e visa reduzir as emissões de CO2 ao usar energia renovável para abastecer residências e comércios locais

panasonic cidade inteligente
A Panasonic inaugurou a chamada “cidade inteligente” que visa reduzir as emissões de CO2 ao usar energia renovável para abastecer residências e comércios locais, divulgou a NHK.

A cidade foi construída em um terreno de 3.8 hectares na cidade de Yokohama (Kanagawa). Antigamente, o local era uma fábrica de propriedade da empresa de eletrônicos japonesa.

No local há um complexo de residências, um shopping center, um dormitório de estudantes e um centro de pesquisa e desenvolvimento gerenciado pela gigante da TI Apple.

Os organizadores planejam gerar parte da eletricidade da cidade ao usar painéis solares.

Eles também construíram uma estação de abastecimento de hidrogênio. Um serviço de compartilhamento de carros, o qual usa veículos movidos a célula de combustível que não emitem dióxido de carbono, também está sendo planejado.
Fonte: Portal Mie com NHK