Deixe um comentário

Pessoas com febre devem parar de trabalhar imediatamente e ficar em casa, diz governo japonês

Os idosos, diabéticos e portadores de doenças precisam de mais cuidado

ministro da saúde
O governo japonês anunciou nesta segunda-feira (17) mudanças nos critérios para realizar exames de coronavírus em pacientes com suspeita de infecção e pediu que as pessoas parem de trabalhar ou estudar imediatamente se tiverem febre.

“Para o bem de todos, quem apresentar febre deve deixar o trabalho ou a escola o mais rápido possível e evitar sair de casa”, disse o ministro da Saúde, Katsunobu Kato, em entrevista coletiva televisionada, acrescentando que é aconselhável medir a temperatura corporal diariamente e procurar atendimento se a febre não baixar.

Segundo o governo, devem buscar consulta adultos e crianças que tiverem febre acima de 37,5ºC por mais de quatro dias seguidos, além de indisposição e falta de ar, mesmo depois de terem sido medicados. Uma pessoa com gripe comum ou influenza, por exemplo, não leva mais que quatro dias para sarar.

Os idosos, gestantes, diabéticos e portadores de doenças cardíacas e respiratórias devem procurar consulta se os sintomas relatados acima persistirem por dois dias.

As pessoas com esses sintomas persistentes podem buscar orientação por telefone em centros de atendimento disponíveis em todas as províncias do Japão. Confira a lista aqui.

Até então, o Japão só examinava pessoas com sintomas que estiveram na província de Hubei, o epicentro do surto de coronavírus na China, nos últimos 14 dias. Mas o governo decidiu mudar os critérios depois de registrar muitos casos de pacientes infectados que não estiveram na China e que contraíram o vírus em território japonês.

A principal forma de prevenção, segundo o Ministério da Saúde, é lavar bem as mãos frequentemente ou usar gel com álcool. Quando for espirrar ou tossir, é aconselhável usar um lenço de papel descartável para colocar na frente da boca.

A máscara deve ser usada principalmente por pessoas com suspeita de infecção, não somente para o coronavírus, mas para gripe, influenza e outras doenças transmissíveis.

O Japão registrou mais de 400 infecções até agora e é o país com o maior número de casos fora da China.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: